• Facebook - White Circle
  • YouTube - White Circle
  • Instagram - White Circle
  • Google+ - White Circle
Conectando seu coração à luz da espiritualidade!
Logo_Lótus_Espiritual.png

Discernimento! Esta parte do site é dedicada ao professor Wagner Borges e seus textos sempre repletos de ensinamentos preciosos para uma transformação de valores e atitudes rumo ao entendimento espiritual e ao desenvolvimento da consciência.
E, mais legal ainda, é que tem muito amor e bom humor em seus escritos.

Para saber mais informações sobre o excelente trabalho do professor Wagner Borges acesse o site www.ippb.org.br

 

ESPIRITUALIDADE É DISCERNIMENTO, NA LATA!
(Toques Conscienciais de um Grupo Extrafísico de Aprendizes da Vida)

 

É uma enormidade o que tem de gente “metendo os pés pelas mãos” na seara espiritual... É um tal de se sentir o próprio Tao*.
Tem mestre “a dar com o pau!”, tudo cheio de vaidade e hipocrisia.
Difícil é achar gente verdadeira e valorosa, que sabe que Grande é só o Papai do Céu, o Dono de tudo.
Falando bem direto: o que tem de gente zoada nos meios espirituais é brincadeira! E tudo com síndrome de santinhos (só se for do pau oco).
Sabe aquele mestre tal?... Pois é o maior carrasco, não perdoa a ninguém!
E aquele outro, que se julga emissário celeste, não passa de um babaca arrogante!
E os discípulos desse pessoal, então, tudo gente desmiolada e perdida.
E a tal enviada da Nova Era, que morre de medo de espíritos?
Tá de sacanagem, né? Medo da galera do invisível? Que ridículo!
Tem de tudo nessa área, menos inteligência “para vencer a si mesmo”.
Tá cheio de orelhudos tentando sair do corpo (querem encher o saco no Astral?).
Mas quando são chamados para o trabalho, correm para dentro da matéria!
E aqueles que botam a culpa nos espíritos tinhosos por seus próprios problemas?
Será que eles pensam que os espíritos vivem fazendo lambanças por eles?
E, por outro lado, têm aqueles que imaginam que seus guias são babás astrais...
E danam a pedir coisas para eles, como se os mesmos fossem gênios do além.
Por que esse pessoal tacanho não pede discernimento e bom senso?
Sei lá, é um mais estranho do que o outro... E haja paciência!
Outro dia, tinha um sujeito pedindo ajuda ao seu guia para fulminar um desafeto.
Imagina isso, rezar por discórdia... e o cara ainda se acha espiritualizado!
É por isso que o Dr. Carma** “senta a pua” nesse pessoal estranho...
E dá-lhe pancada cármica na cuca desmiolada dessa gente tonta!
Haja paciência! Papai do Céu, ilumine essa gente boba, que se acha anjo na Terra.
Um choque de realidade seria bom para eles (e, quem sabe assim, baixem a bola?)
É, a coisa tá danada! Espiritualidade que é bom, necas! O que se vê é só tontice.
Daqui a pouco vai ter sujeito dormindo com pijama de cor violeta...
Será que isso fará o tal viajar fora do corpo*** para ir até Órion ou as Plêiades?
Haja maluco nessa praia! E, nesse caso, seria shorts violeta e prancha iluminada.
Se o Papai do Céu tivesse cabelos, já teria arrancado tudo! Mas, Ele é Luz, né?
 
* * *
 
Alguns recados para quem se acha muito iluminado na seara espiritual:
“Que tal voltar a ser normal novamente (como gente que é aprendiz da vida)?
Que tal perceber que ser simples é que torna alguém especial?
Que tal perguntar ao vaso sanitário o que ele acha do seu nível espiritual?
Que tal fazer alguma magia que desfaça o seu medo e sua hipocrisia?
Que tal desatrelar os outros de qualquer dependência de sua pessoa?
Que tal esquecer aquela vidinha passada e prestar atenção no aqui e agora?
Que tal ajudar os outros (não porque você é mestre, mas porque isso é bom)?
Que tal tirar o manto da vaidade e ser você mesmo (melhorando todo dia)?
Que tal pegar a sua arrogância de saber mais do que os outros e jogá-la no lixo?
Que tal rir mais de si mesmo e dar a descarga num monte de babaquices suas?
Que tal reconhecer que você precisava ler tudo isso para não cair novamente?
Que tal deixar de querer doutrinar os outros (e prestar atenção na sua vida)?
Que tal deixar de ser chato (para os guias espirituais**** gostarem de você)?
Que tal perceber que o Tao não é você (e olhe que o Lao-Tzé detestava chato)?
Que tal baixar a bola e pensar no Papai do Céu (O verdadeiro Mestre de todos)?
Que tal agradecer a Ele, que nos mandou aqui hoje, para lhe dizermos tudo isso?
Que tal ser só gente legal (e fazer o seu melhor)?
 
* * *
 
Enfim, terminamos essa paulada geral e cumprimos a nossa missão de hoje.
O Papai do Céu nos disse o seguinte: “Cambada, desce lá e manda ver!”
E como Ele é o Cara, nós obedecemos. Descemos a lenha, como manda o figurino.
E temos certeza que quem se acha especial demais não gostará de ler nada disso.
E sempre dirá: ”Isso não tem nada a ver comigo, estou bem resolvido.”
Tal reação lerda já é esperada (afinal, são desmiolados, né?)
Mas o nosso foco é outro: aqueles que ainda raciocinam e querem melhorar.
E são esses, com certeza, que sabem que são aprendizes da Vida...
Sabem que não são mestres nem deles mesmos e, por isso, baixam a bola!
Nós também estamos nessa: somos aprendizes da vida (na Terra ou no Astral).
E, diante do Papai do Céu, baixamos mesmo a nossa bola...
Afinal, Ele é o Cara!
Ele manda... e nós obedecemos.
Ele ri... e nós rimos também.
Ele diz, “desçam lá!”... e nós descemos.
Ele ordena... e nós escrevemos, na lata!
O resto é com cada um que ler essas linhas...
(Preferimos os leitores inteligentes, é óbvio).
Isso é o que temos para hoje...
E agora é hora de cantar para subir, né?
 
P.S.:
O Ministério da Saúde Espiritual adverte:
“Ser desmiolado faz mal para a evolução... e só o Dr. Carma tem a cura!”)
 
A Companhia do Amor vai nessa...
Lembrando a todos que toda hora é hora de crescer!
(O cabeça dura dessa vida será o “miolo mole” da próxima vida).
 
- Companhia do Amor***** –
A Turma dos Poetas em Flor.
(Recebido espiritualmente por Wagner Borges – São Paulo, 4 de novembro de 2015.)

Notas de Wagner Borges:

Os Iniciados - grupo extrafísico de espíritos orientais que opera nos planos invisíveis do Ocidente, passando as informações espirituais oriundas da sabedoria antiga, adaptadas aos tempos modernos e direcionadas aos estudantes espirituais do presente.
Composto por amparadores hindus, chineses, egípcios, tibetanos, japoneses e alguns gregos, eles têm o compromisso de ventilar os antigos valores espirituais do Oriente nos modernos caminhos do Ocidente, fazendo disso uma síntese universalista. Estão ligados aos espíritos da Fraternidade da Cruz e do Triângulo. Segundo eles, são “iniciados” em fazer o bem, sem olhar a quem.

A Companhia do Amor é um grupo de escritores e poetas extrafísicos brasileiros que me passa textos bem divertidos e despojados. O objetivo desse grupo é mostrar que não existe apenas vida após a morte, mas também muita Alegria e Amor.
Como os seus textos são direcionados para a população urbana, e eles não têm a menor pretensão de se passarem por sábios espirituais, e nem estão compromissados com nenhuma linha espiritualista, seus toques são sempre cheios de galhardia e visam espetar o raciocínio das pessoas com tiradas criativas e bem humoradas.
O leitor mais atento (e despojado de “bitolas doutrinárias” de algum tipo), notará sérios questionamentos embutidos em suas brincadeiras. Muitas vezes, é brincando que se diz as verdades mais sérias.

Os Amigos de Osíris - grupo de mentores extrafísicos ligados à atmosfera espiritual das iniciações do antigo Egito, e também ligados à assistência extrafísica nos dias atuais.
Obs.: Enquanto eu digitava essas linhas, lembrei-me de um antigo texto do grupo dos Iniciados. Penso que sua leitura poderá acrescentar algo mais a esses escritos de hoje. Então posto o mesmo na sequência.

 

SHIVA-SHANKARA – II*

(Bênçãos na Senda)
 
Foi dentro do Seu Fogo que eu me encontrei...
Você incinerou as minhas tolices!
E me fez ver além das minhas ilusões.
Seu Fogo cremou a minha ignorância...
Então, o meu pequeno coração se derreteu no Seu Grande Coração.
Sabe?... Eu estava na encruzilhada de mim mesmo.
E, por isso, tinha sabotado os meus melhores potenciais.
Ah, Grande Shankara, eu estava preso comigo mesmo!
Até que o Seu Fogo desceu em meu coração...
Então, deixei de ser carvão e me tornei diamante!
Você me fez joia consciencial...
E hoje a Sua Luz se reflete em mil brilhos no meu Ser.
Ah, Grande Shankara, foi dentro do Seu Fogo que tudo mudou...
Sim, Fogo de Amor, que não abrasa, só transforma.
Fogo d’alma, que faz o carvão virar joia...
Joia de gratidão.
 
Seu Fogo.
Seu Amor.
Om Namah Shankaraya!
Paz e Luz.
 
- Wagner Borges - ardendo no Grande Coração de Shiva...
São Paulo, 27 de março de 2015.
 
- Nota:
* Para melhor compreensão desse texto, deixo sua primeira parte na sequência (com a tradução das expressões oriundas do sânscrito nas notas de rodapé).
 
 
SHIVA-SHANKARA
(Bênçãos na Senda)
 
Shankara é um dos epítetos de Shiva*.
Significa “Dispensador de bênçãos”.
Ou seja, o “Poder Maior Que Abençoa” a todos.
E aqueles que operam nessa sintonia também espargem bênçãos.
São veículos da Energia Suprema. São servidores da Luz Maior.
E, por onde seguem, projetam toques curativos e ideais libertários...
Ah, mesmo no seio do mundo, eles são acompanhados por Shiva.
Porque o Senhor sabe quem são os seus trabalhadores.
Ele olha em seus corações e vê o que move seus propósitos.
Ele sabe que a jornada espiritual não é fácil e que muitos caem na senda.
Mas Ele é o Supremo e jamais julga ninguém.
Pelo contrário, Ele é só compreensão.
Muitos falam d’Ele com fervor religioso ou até mesmo com medo de Sua Ação.
Talvez seja porque toda transformação é uma espécie de morte de velhos apegos.
E como Ele é o Divino Transmutador, Sua Ação alquímica é profunda e veraz.
Por isso, muitos O temem. Porque, mudar nunca é fácil. E crescer, nem se fala...
Mas, Ele é bem mais do que isso. Ele também é o Dispensador de Bênçãos.
Ele é o Maha-Deva!**, Aquele que ilumina a senda e dissipa as ilusões.
Ah, Ele dança sobre os despojos carnais e ejeta o espírito para as estrelas.
Ele corta a cabeça do orgulho e diz ao viajante espiritual: “Honra na senda!”
Com a espada do discernimento, Ele corta aquilo que impede o Ser de crescer.
Mas, Sua Ação é amorosa e silenciosa. Sua Luz é portentosa e generosa.
E quando Ele se manifesta, até mesmo os espíritos trevosos curvam suas cabeças.
Porque eles sabem quem Ele é! Por isso, se calam e se afastam, bem de mansinho.
Ah, diante d’Ele, todo mal se retira. E o que é justo se estabelece.
Portanto, nos momentos de provas e pressões, Ele é o porto seguro e o oásis.
Ele conhece os corações e sabe quem caminha com honra pela senda.
E só dança com Ele quem é forte de caráter.
Ele, Shiva, o Shankara!
 
P.S.:
Aquilo que é real permanece.
Mas o que é falso, sempre passará...
Porque um Grande Amor não cabe num coração medíocre.
E conhecimento profundo não cabe em mentes rasas.
Logo, para aguentar uma Grande Luz, é preciso ser forte e generoso.
E, mesmo sob o peso da incompreensão, ainda assim, perseverar...
E diante das tragédias do mundo, orar e servir, sem se abalar e sem se desviar.
Porque Ele sabe quem são os seus trabalhadores. E espalha bênçãos na senda...
Ele, o Shankara!
 
Om Namah Shivaya!***
 
Paz e Luz.
 
- Wagner Borges - mestre de nada e discípulo de coisa alguma.
 
- Notas:
* Shiva - na cosmogonia hinduísta, o Divino é representado por três aspectos fenomênicos: Brahma - O Criador; Vishnu - O Preservador; e Shiva - O Transformador.
Shiva é o senhor de todas as transmutações na natureza, é o senhor das energias e de todo movimento vital. Em muitas representações simbólicas, Ele é representado como o "Nataraja", O Dançarino Divino que faz o universo vibrar e girar em sua eterna dança cósmica (que dilui as brumas da ilusão e faz ver o real). Por isso, algumas imagens O mostram dançando dentro de uma roda (o universo).
** Mahadeva – do sânscrito - Maha: Grande, Vasto, Imenso – Deva: Divindade, Ser Celestial. Logo, Mahadeva significa Grande Divindade; Grande Ser Celestial; Grande Deus.
*** Om Namah Shivaya – do sânscrito – é um dos mantras evocativos de Shiva e Seu Poder de Transmutação. Para melhor compreensão sobre isso, ver o texto “Shiva – O Mahadeva”, postado no site do IPPB, no seguinte endereço específico: http://www.ippb.org.br/modules.php?op=modload&name=News&file=article&sid=4681  
Obs.: nas notas desse texto está postada uma coletânea de textos relativos à Shiva, postados antes como textos periódicos do site ao longo dos anos – www.ippb.org.br 

MÃOS DE LUZ - UNIÃO DOS CORAÇÕES


Mãos nas mãos!
Quando tocam outras mãos, quem se importa qual é sua raça?
No calor do toque... Irmandade!
Na qualidade do toque, a cura e o calor humano.
Na intenção... A Luz irradiando!
Mãos de Luz! Mãos de Amor! Mãos de irmãos!
Quem se importa com a idade delas?
Quando o toque é bom, desaparecem as aparentes diferenças...
Só fica a pulsação da Luz, que se funde nas mãos dos irmãos conectados.
Quem se importa com o tamanho delas quando se sente o espírito brilhando no toque?
Quando as mãos se unem, em Espírito e Verdade, ninguém pergunta quem é iniciado ou neófito; branco ou negro; homem ou mulher; jovem ou velho; alto ou baixo.
Só se sente o coração nas palmas das mãos!
E a Luz generosa unindo as consciências...
Então, outras mãos se unem, em outros planos de manifestação, na mesma egrégora*, fundidas interdimensionalmente em um imenso coração de Luz que se forma...
São mãos de Luz queridas! Que, embora sediadas em outros planos, amparam as mãos dos homens que trabalham por climas melhores na existência.
Quando as mãos se unem na mesma luz, quem se importa com o lugar?
O Amor não é só da Terra ou do Espaço, mas de todos.
E, quando pulsa nas mãos, quem se importa de onde ele vem ou como faz?
Mãos de Luz, interplanos, tocando algo mais...
Em seus chacras**, o toque do invisível, que comunica secretamente a mensagem dos irmãos maiores da humanidade. Aqueles seres serenos e magnânimos, que dizem, no silêncio entre os pensamentos, que, quando as mãos se unem, refletem outras mãos, algures, na eternidade da vida pulsante em todos os planos de manifestação.
Todas as mãos refletem a Impressão Digital Espiritual do Toque do Grande Arquiteto Do Universo. Impulsionados pelas mãos do Ancião dos Dias, vivemos, amamos, sorrimos, trabalhamos, aprendemos e seguimos... Estamos em Suas Mãos!
Quando nos juntamos, em Espírito e Verdade, de coração a coração, mãos nas mãos, sentimos melhor o Seu Toque Divino...
No toque do irmão do lado, o Toque do Grande Espírito!
Ele toca, mas ninguém vê... No entanto, muitos O sentem.
Quando as mãos estão cheias de Luz, quem se importa em ver alguma coisa?
Só se quer sentir o outro como irmão, em Espírito e Verdade!
Só sentir o Divino que está no outr, e que é o mesmo que está dentro do coração.
Pois, a aurora que brilha nas mãos dos irmãos que seguem os desideratos superiores de Liberdade, Igualdade e Fraternidade é a aurora que brilha nas mãos de Deus!
Mãos de amor! Mãos de luz!
Mãos dos homens, da Terra e do Espaço.
Mãos de Deus, em todos nós!
 
P.S.:
 
Esse texto foi escrito um pouco antes do início de uma aula de um curso sobre a sabedoria espiritual celta, realizado no Espaço Luz e Consciência, em Curitiba. Enquanto o pessoal chegava e se ajeitava nas cadeiras da sala, eu escrevia essas linhas de improviso, ali mesmo, sob a inspiração de um dos mentores extrafísicos do grupo dos Iniciados***.
Depois, realizei uma prática espiritual com a turma de mãos dadas (cerca de 70 pessoas), e li o texto para eles ao final da mesma. Nem preciso dizer que uma forte emoção tomou conta de todos. Agradeço ao amigo extrafísico pela carona espiritual.
 
Paz e Luz.
 
- Wagner Borges - mestre de nada e discípulo de coisa alguma.

 
 

VIAGEM ESPIRITUAL: DESLIZANDO PELO SOPRO VITAL
 
Cara, é hora de voar.
Deite a carcaça no leito e eleve os pensamentos.
Relaxe o corpo e a mente e projete-se espiritualmente.
Pense no Eterno... Sinta o Amor... Agradeça à Luz.
Faça como os mestres espirituais: deslize suavemente pelo sopro vital.
Sempre com o pensamento firme e o coração generoso.
Os mentores extrafisicos lhe esperam no Astral:
Eles sabem que você gosta de voar, aprender e trabalhar.
Assim como você sabe, que sair do corpo é normal.
Assim como você sabe, que a vida continua além da carne...
Vamos lá! Solte-se das amarras sensoriais.
Serenamente, flutue sobre o corpo deitado.
Enquanto isso, visualize a sua testa cheia de Luz clarinha.
Pense em LUCIDEZ!
Vamos lá! Lucidez...
Você é um espírito!
Você é bem mais do que imagina.
Não faça por menos: amplie sua Luz.
Nada de pressa ou ansiedade.
Luz na testa... E confiança serena.
Lembre-se das consciências extrafísicas elevadas: deslize...
É hora de voar, aprender e trabalhar.
 
P.S.:
Seja feliz, dentro ou fora do corpo*.
Muitas vezes, são escritos simples, como esses aqui, que transmitem a essência de um tema diretamente ao espírito. De forma leve e amorosa, pode-se chegar a altas profundidades no estudo e na prática dessa fantástica arte das experiências fora do corpo**.
 
(Esses escritos projetivos são dedicados aos bons projetores de todos os tempos).
 
Paz e Luz.
 
- Wagner Borges – mestre de nada e discípulo de coisa alguma.
 
- Notas:
* Projeção da consciência – é a capacidade parapsíquica - inerente a todas as criaturas -, que consiste na projeção da consciência para fora de seu corpo físico.
Sinonímias: Viagem astral – Ocultismo.
Projeção astral – Teosofia.
Projeção do corpo psíquico - Ordem Rosacruz.
Experiência fora do corpo – Parapsicologia.
Viagem da alma – Eckancar.
Viagem espiritual – Espiritualismo.
Viagem fora do corpo – Diversos projetores extrafísicos e autores.
Emancipação da alma (ou desprendimento espiritual) – Espiritismo.
Arrebatamento espiritual - autores cristãos.
** Ver o texto “Projeção e Lucidez”, postado no seguinte endereço específico: http://www.ippb.org.br/experiencias-fora-do-corpo/reflexoes-projetivas/projecao-e-lucidez

 

LUZ – UM CAMPO DE ACALANTO ESPIRITUAL
(Apenas Algumas Linhas Para registrar o Aconchego da Luz)R

 

Não há nada mais aconchegante do que a Luz nos abraçando...
Estar dentro de um campo energético sereno e lúcido...
Ah, isso não tem preço!
Andar encarnado pela crosta planetária, sentindo-se igual a todo mundo e, ao mesmo tempo, reconhecendo-se como espírito imortal e centelha viva do Todo...
Sentindo o próprio coração viajando nas ondas do Amor Que Ama Sem Nome...
Percebendo-se como um andarilho interplanos, conhecendo as plagas do infinito...
Escutando música maravilhosa com o corpo inteiro...
Respirando as vibrações espirituais com os chacras* ativados...
Sentindo todas as células do corpo como pequenos sóis...
Olhando a vida como o Amor olha...
Enfim, sentado no sofá do meu quarto, com o Rama** juntinho, encostado no meu lado direito, curtindo um tempo de quietude consciencial...
Sim, simplesmente usufruindo de um campo de Luz serena no meu lar...
E agradecendo ao Todo***, por tudo.
 
P.S.:
Às vezes, o simples fato de registrar momentos espirituais escrevendo sobre eles, faz com que as linhas escritas fiquem impregnadas de climas melhores.
Então, através dos misteriosos caminhos do Alto, os sentimentos e energias sadias viajam junto até outros corações na mesma sintonia.
Ah, eu não sei por onde eles vão... Só sei sentir e escrever.
O resto é com o Todo, que conhece todos os corações.
Sim, só Ele conhece todos os escritos, e quem os escreve.
Oxalá Ele abençoe essas linhas simples.
(Quando o coração fala ao coração, não há mais nada a dizer****).
 
Com Paz e Luz.
E Gratidão.
 
- Wagner Borges – mestre de nada e discípulo de coisa alguma.
São Paulo, 29 de maio de 2014.

O OPERAÇÃO SILENCIOSA

Caros amigos e irmãos!
Em todas as jornadas da alma, lembrem-se do Amor celestial permeando suas aspirações. Ergam a consciência além do véu de maya* e vislumbrem um oceano de possibilidades de progresso contínuo em todos os planos.
Atendam ao chamado do coração e, com humildade e alegria, agradeçam ao Supremo Amor que lhes dá as oportunidades de acesso aos níveis de informação que quebram as barreiras da ignorância e do egoísmo.
Deem as mãos, sem medo, e contribuam juntos, a favor da propagação silenciosa de energias simpáticas ao progresso de todas as humanidades espalhadas por esse imenso universo de Deus.
Sintam-se sintonizados à Luz das luzes, que é a vida de vocês.
Notem aquele Amor que brilha em seus corações e que é o verdadeiro mentor do brilho de seus olhos.
Vocês não percebem, mas há um transmutador silencioso operando maravilhas em suas energias sutis. Ele está inspirando-os a transformar os medos e dores em lindas luzes. Ele é o habitante secreto do coração.
Quando vocês estão fluindo nas ondas do progresso e sintonizados à Divina Luz, ele fica contente e ri dentro de vocês. Ele sabe que vocês estão deslizando nas ondas da consciência cósmica.
Porém, quando vocês empatam o fluxo das energias com posturas tolas e atitudes cinzentas, ele apenas observa e ora. Ele sabe que as ondas cármicas arrebatarão seus egos e arrebentarão suas embarcações ancoradas no porto das ilusões.
Deem um banho de Luz em vocês mesmos e afastem os climas sombrios que bloqueiam suas percepções. Sejam felizes e façam o habitante secreto do coração sorrir.
Expressem suas melhores aspirações em forma de energias criativas e favoráveis ao fluxo do progresso dos seres.
Saibam que vocês nunca estão sozinhos espiritualmente e que onde houver pessoas operando a favor de objetivos virtuosos, independentemente de local ou filosofia, também estarão presentes invisivelmente as consciências espirituais sintonizadas à Divina Compaixão, sempre interagindo sutilmente a favor de todos.
Deem as mãos e sigam sempre sintonizados ao Amor, que tudo compreende e trabalha em silêncio no âmago de cada um. Estudem e trabalhem com os olhos brilhando de contentamento e agradecimento.
Deem um presente ao habitante sutil do coração: Sejam felizes!
Quebrem as correntes dos dramas internos e liquidem as autoculpas. Livrem-se da dor do passado e permitam a Luz do presente curar suas feridas internas.
O Amor do Pai-Mãe Celestial sempre esteve com vocês. Porém, vocês nem sempre estiveram sintonizados nas ondas do progresso.
Quebrem as dores emocionais e encham-se de vida e plenitude. Livrem-se do fardo da arrogância e sorriam simplesmente...
 
(Esses escritos são dedicados a todas as pessoas das muitas humanidades que evoluem nesse imenso universo, casa interdimensional de nós todos. Somos todos cidadãos do Cosmo e somos eternos.)
 
Paz e Luz.
- Os Iniciados** -
 
(Recebido espiritualmente por Wagner Borges.)

 
 

APENAS SER
 
Observemos as flores...
Elas apenas estão ali, são o que são.
Da mesma forma, sejamos nós mesmos, portando a dualidade de defeitos e qualidades por enquanto, mas sempre evoluindo, sem pressa e nem morosidade, sem máscaras ou ilusões do ego.
Apenas nós mesmos, juntos, crescendo, aprendendo, sorrindo e buscando aquele Amor Onipresente no cerne de nossos corações.
Apenas fluindo pela vida, sem as teias de aranha e os fantasmas do passado.
Apenas sendo, sem a agonia de pretender saber o amanhã.
Só vivendo o agora e vendo o sol brilhar, no céu e em nós mesmos.
 
- Wagner Borges - mestre de nada e discípulo de coisa alguma.

Mais textos

1  |  2  |